Bem-vindo! Hoje é terça-feira, 22 de outubro de 2019

Comunidade acadêmica prestigia A história do Rio Grande do Sul contada por naturalistas

O Engenheiro florestal e pesquisador Dr. José Newton Cardoso Marchiori conseguiu manter o público atento durante uma hora e meia no auditório do Teatrinho da Urcamp. A palestra, com o título “A formação do Rio Grande do Sul e a visão dos viajantes naturalistas”, resgatou a história, aa etnias, o jeito e os costumes dos primeiros colonizadores espanhóis e portugueses que habitaram o estado.  Nesse contexto, Marchiori relatou os principais escritores da época, todos naturalistas e estrangeitros, que descreveram de maneira simétrica e precisa a vegetação, a flora e a fauna sulina. A abordagem detalhou cada obra e autor, as especificidades de cada um e conservou a importância dos relatos de quem viajou por essas terras e até morou por aqui, desde o século XVII, até meados do século XX.

A palestra do pesquisador, que já publicou 21 livros, mais 270 artigos científicos e fundador da revista Balduina, era uma das mais aguardadas dentro desta edição do BioUrcamp. “Tenho um prazer enorme em vir à Bagé. Nutro um carinho enorme por essa cidade que acho linda, aqui tenho grandes amigos e tenho a honra de ter aqui também alguns dos meus melhores alunos, todos oriundos da Urcamp”, revela, ao citar nomes que hoje integram o quadro docente da Instituição.

Além do público acadêmico, estiveram presentes apreciadores da história que compareceram para assistir aos relatos, como a professora aposentada Elvira do Nascimento, popularmente conhecida como Mercinha. “Tudo que se fala sobre a formação do Rio Grande do Sul nos remete ao passado, a gente se reconhece, a raiz espanhola outras tantas peculiaridades relatadas pelo professor, estou muito satisfeita, a gente sempre aprende”, conta.

Depois da palestra a programação do primeiro dia de BioUrcamp, culminou com uma Mostra de Iniciação Científica, no saguão do prédio central da Urcamp, em Bagé.