Bem-vindo! Hoje é sábado, 19 de outubro de 2019

CIDADE Hospital Veterinário da Urcamp presta serviços à comunidade há mais de 40 anos

O Hospital de Clínicas Veterinárias, vinculado ao curso de Medicina Veterinária da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), presta serviços de clínica e cirurgia de pequenos e grandes animais, atendendo a comunidade da região há mais de 40 anos. O idealizador do hospital, bem como do curso de Medicina Veterinário, foi o professor Raul Abreu, em 1978. A instituição fica localizada no campus rural da Urcamp. 
De acordo com o diretor do hospital e filho do fundador, José Pedro Rocha de Abreu, que presta serviço no local há 35 anos, a instituição atende mais de mil animais por ano, em Bagé, Hulha Negra, Candiota Lavras do Sul, e está firmando um convênio também com Aceguá. O profissional salienta que passaram pela direção do hospital os veterinários Wilmar Camargo de Farias, Jussara Taborindegui, Cloves Wanderlei Lausmann, Patrícia Salla, Thaís Brasil Tavares e, há oito anos, ele está frente da instituição.
Abreu está acompanhado, na gestão, pelos professores Guilherme Collares e Luciana Lins, que atuam na área de cirurgia e clínica, e conta com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), na construção de uma sala para realizar cirurgias específicas em animais de grande porte. Collares salienta que, além do atendimento clínico e cirúrgico, são realizados procedimentos ambulatoriais, consultas e cirurgias em grandes e pequenos animais, diagnósticos por imagem em pequenos animais (ultrassom e raios-X), tratamento de quimioterapia e traumatologia. Além de exames microbiológicos, parasitológicos, micológicos, histopatalógicos e hematológicos.

Fiscalização
Segundo Collares, o hospital é fiscalizado, duas vezes ao ano, pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) e cumpre, rigorosamente, as regras e exigências do órgão. Também conta com um Comitê de Ética e Experimentação Animal que delibera a participação dos alunos em todas os procedimentos realizados no hospital. “Mesmo não sendo nossa especialidade, atendemos alguns animais silvestres encaminhados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)”, explica.

Mercado de trabalho
A coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Regina Pereira Reiniger, destaca que a maioria dos alunos da graduação conseguem vagas no mercado de trabalho. Regina comenta que há vários egressos realizando pós-graduação, mestrado e doutorado em universidades federais. 
Ainda conforme a coordenadora, o Hospital Veterinário tem uma importância significativa no decorrer do curso de Medicina Veterinária, não só por servir como apoio para aulas práticas de diversas disciplinas, como, também, por fornecer estágios aos acadêmicos a partir do quarto semestre. Essa experiência, segundo Regina, possibilita o contato direto com a rotina de um hospital veterinário e é uma oportunidade competitiva, pois dota os alunos de um aprendizado prático, clínico, cirúrgico e ambulatorial.

Área física
O corpo funcional do hospital é constituído por médicos veterinários e funcionários. A área física conta com recepção, sala clínica de pequenos animais, ambulatório, farmácia e sala de esterilização, sala de estagiários e plantonistas, bloco cirúrgico para pequenos animais, sala de ultrassom e raios-X, sala clínica e cirurgia de grandes animais, bretes de contenção e mangueiras para grandes animais, potreiro hospitalar e sala de isolamento para tratamento de doenças infecto-contagiosas.
A instituição funciona de segunda a sextas-feira, das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h. Os atendimentos também podem ser agendados pelo telefone (53) 3242-8244, ramal 251.

 

 

Fonte: Jornal Minuano

Fotografias: Tiago Rolim de Moura