Bem-vindo! Hoje é terça-feira, 19 de novembro de 2019

Direito Realiza trote solidário e arrecada donativos para a Casa da Menina

Uma cabine fotográfica, algumas parcerias com empresários locais e a vontade de ajudar mobilizou calouros e veteranos na pela ideia da solidariedade.

A iniciativa do Diretório Acadêmico, em parceria com os alunos e professores, mobilizou o curso inteiro para arrecadar alimentos e produtos de higiene. A intenção era realizar o trote, com todas as brincadeiras que acontecem a cada início de semestre, mas não era o suficiente, revela Samantha Rugnitz, integrante do D.A. do Direito e aluna do 8º semestre. Ela conta que quando surgiu a pretensão de um trote solidário, logo pensaram em buscar aliados, pra que a ação tivesse mais peso e para que a causa se tornasse realmente solidária. Primeiro buscaram o apoio da Urcamp, que se sensibilizou e prestou todo incentivo necessário. “Nós vimos que a intenção deles era ajudar, tinha um cunho comunitário, então tínhamos a obrigação de ajudar”, revela a Pró-reitora Acadêmica Virgínia Dreux. Depois conseguiram, com uma empresa especializada em fotos e eventos, o empréstimo de uma cabine fotográfica.

O trote e a Cabine fotográfica

As brincadeiras contaram com regras. O ambiente usado para a pintura dos calouros foi forrado com lona para não sujar o piso do saguão da Instituição, a tinta era guache para não manchar roupas. Depois de receber a pintura, cada estudante era levado à cabine fotográfica. Mas, para ter direito à sessão de cinco fotos era necessária a doação de um donativo. E ninguém foi forçado a nada, revela o presidente do D.A. Raul Fernandes, do 9º semestre. “Nós fizemos um termo de responsabilidade onde cada estudante que topou participar, assinou dando o seu consentimento, isso só tornou a brincadeira ainda mais saudável e amistosa”, conta.

A caloura Ana Carolina Nicoloso Brito foi uma das que aceitou o trote. “Achei muito válido por ser solidário, então estamos ajudando pessoas que precisam e isso acaba incentivando outros cursos”, justifica.  

E o bom exemplo não parou por aí. Ao final do trote alunos e professores realizaram um mutirão para juntar todo o lixo acumulado pelas brincadeiras.

As arrecadações continuam durante toda esta semana e ao final serão entregues, com uma confraternização, na Casa da Menina. “Não foi só uma brincadeira que depois fica esquecida, queríamos algo marcante e assim estamos ajudando e ensinando os acadêmicos novos a também serem solidários”, finaliza Fernandes.