Bem-vindo! Hoje é terça-feira, 22 de outubro de 2019

Urcamp lança programa de oficinas para videoaulas

O Movie Aula Urcamp é uma proposta da Pró-reitoria de Ensino que buscará preparar professores para aulas em audiovisual, como mais uma alternativa de ensino dinâmico e inovador. O projeto, desenvolvido através de uma parceria entre o Núcleo de Educação a Distância (NEAD), cursos de Jornalismo e Pedagogia, foi lançado ontem, no Salão de Atos, da Instituição de Ensino Superior, para docentes. 
Segundo a iniciativa, as dinâmicas serão desenvolvidas através de uma oficina, dividida em dois dias, quando os professores vão ser estimulados a conhecer e desenvolver técnicas de imagem e linguagem audiovisual. O curso será aplicado pelo coordenador do curso de Jornalismo, Glauber Pereira, e pelo, também jornalista, Jeferson Vainer. Ambos organizaram um modelo de aprendizagem com a marca Urcamp, aplicado para videoaulas. "Nós vamos embasar nossos professores sobre a filosofia da imagem, com uma linguagem de youtuber, mas com a personalidade e a didática do professor, para que ele não perca a sua legitimidade", explica Vainer.
A questão da veracidade, mesclada à emoção, foi outro ponto discutido para que os vídeos sejam referência em credibilidade, revela Pereira, "O conhecimento, do jeito que está disponível hoje, nas redes sociais, nem sempre tem um conteúdo relevante ou, muitas vezes, é até distorcido. O que estamos vendo com frequência vai além dos fake news, é a desinformação, desconstruindo conceitos que são necessários para se passar uma informação", completa. As aulas audiovisuais serão postadas na plataforma Moodle, onde os professores desenvolvem atividades on-line. 
A pró-reitora de Ensino, Virgínia Dreux, diz que o modelo está sendo pensado desde o ano passado e consiste em uma nova forma do professor se comunicar com o aluno nos diversos currículos, tanto na Graduação I, como no Currículo 41, em aulas presenciais ou disciplinas híbridas. "A gente entende que, desde a adolescência, os alunos já se comunicam através do celular, fazem conferência entre colegas e essa é uma forma de nós recebermos esses alunos também usando essa tecnologia em que eles já estão acostumados, então é mais uma forma de inovar na forma de aplicação das nossas disciplinas", frisa.
A primeira oficina será desenvolvida aos professores nos dias 10 e 12 de setembro, no Campus Bagé. Depois, será levada aos demais Campi.