Bem vindo! Hoje é terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Exposição "Memória do Trabalho" é novidade no Congrega 2018

 

Por Ketherine Acosta, acadêmica de Jornalismo

 

Durante o Congrega e a Feira das Profissões Urcamp, está acontecendo a exposição "Memória do Trabalho” no Museu da Gravura Brasileira, que é uma das atrações diferentes deste ano. Essa exposição conta com objetos antigos de vários cursos da universidade. A ideia inicial partiu da reitora Lia Quintana e a proposta foi abraçada pelo curso de História da instituição, que contou com o suporte dos museus mantidos pela Fundação Attila Taborda.

 

A exibição conta com objetos dos mais diversos cursos como, por exemplo, pedagogia, enfermagem e arquitetura. Entre os objetos expostos está o decreto assinado pelo Presidente da República de autorização do funcionamento do curso de Ciências Econômicas da antiga Faculdade de Ciências Econômicas.

 

Foi realizada uma gincana pontuada entre os cursos da universidade para arrecadar os objetos para a exposição e que depois será avaliada por uma comissão. Quanto mais antigo o objeto, maior a pontuação que será dada. Os primeiros lugares ganharão uma diplomação e uma lembrança dos museus.

 

“Objetivamos, com esta exposição temática, construir a memória social da diversidade de profissões através da exploração, pesquisa, coleta e exposição de artefatos que representem o trabalho na região”, enfatiza Carmem Barros, membro da comissão gestora dos museus mantidos pela Fat/Urcamp.

 

A exposição ficará até o dia 14 de novembro, no Museu da Gravura Brasileira e o horário especial de funcionamento durante o Congrega 2018 é das 8h30 às 11h45, 14h às 17h e das 18h às 21h. Nos meses de janeiro e fevereiro, será ampliada e exposta no Museu Dom Diogo de Souza.